AS CERTEZAS DA VIDA ;)

Legs of caucasian girl relaxing in tropical ocean

O que acontece é aquela velha frase “não se pode obter resultados diferentes, fazendo a mesma coisa .”

Poderia dizer o que todos dizem: Foca mais em você! Mas ao invés disso, prefiro dizer apenas um “sei como é…” Sei porque eu também vivi atrás daquilo que me faltava. Aquela pedacinho mágico pro meu quebra-cabeça. Aquilo que me daria gás, a energia certa para tudo. O que iria me transbordar de exaltação e plenitude. Vivi um bom tempo atrás disso. Depois de tanto perder, enfraquecer, quebrar o que eu achava que era meu, exatamente o que eu planejava ter para sempre, decidi continuar a caminhada. Sim, continuei e segui procurando o que faltava, mas desacelerei a urgência, com o tempo passei a achar pedaços de mim espalhados e pouco a pouco juntei tudo e me formei completa.

O “momento certo” que eu tanto queria – eu já havia até me esquecido dele-, chegou. Depois de tanto me conhecer, pela caminhada longa que dei, pude reconhecer o que era bom pra mim, e o momento certo se resumiu apenas em mim. O momento em que eu escolhi “o” certo.

É okay se você é daquelas que sempre quer alguém e é okay também, se você é daquelas que não precisa estar com alguém.

Queria te dizer que é okay. Apenas isso! Não se apavore. Terminar relacionamentos, seja lá quantos forem, não prediz que sua vida será sempre pulando de galho em galho, assim como optar por viver mais independente, não significa que irá se tornar a tia solteirona com 40 gatos adotados.

O momento certo não cai no nosso colo. Somos nós que fazemos. Não se sinta mal, por ser uma pessoa carinhosa, que gosta de ter sempre aquele alguém especial. Isso é algo bom, que diz sobre você ser alguém com boa conectividade.

Ser independente, pensar na carreira, dar prioridade para si, também faz de você um alguém mágico e único.

Aproveitar os calos e as rasteiras que a vida nos dá é o segredo para conhecer melhor a si mesmo. O momento certo será consequência dessa sua jornada, pois não podemos escolher por quem nos apaixonar, mas podemos escolher por quem não se apaixonar.

QUERO O AMOR E TUDO O QUE ELE TRÁS

4e30848d317586932b7696c08fe9220d

Entre todas as coisas da vida, que são eternamente difíceis de viver, esse é o amor. Afinal, por que nos apaixonamos, se sabemos que vamos quebrar a cara no fim? A questão é; e se não quebrarmos? E se ao invés de focar no fim, nos concentrássemos no agora? Há muitos que dizem que é melhor se arrepender de ter feito, do que não ter feito e eu concordo plenamente nisso.

O que seriam das nossas histórias, sem aquele famoso… “ah se eu não tivesse feito isso”… Então, se você não tivesse feito, não teria história para contar. A vida seria mais curta e sem graça. Você não saberia viver. Não aprenderia que transar apenas porque o outro quer, ignorando que você ainda não se sente preparada, é como deixar seu céu com menos estrelas ou perder um capítulo importante do seu livro favorito. Você não saberia, que aquela paixão doida que você teve, foi apenas para te preparar a reconhecer no futuro, o que é amor e o que não é.

Você é aquela que sofreu com suas espinhas, ou gordurinhas na adolescência? Que se oprimiu e se achou feia, pensando que ninguém iria ficar com você? Bem vinda ao clube – bate high five. Se isso não tivesse acontecido, não saberia dar valor a beleza que tens hoje. Mas apesar disso tudo, o amor continua sendo um problema para todos nós.

Você ainda tem medo do amor e de tudo o que ele trás junto? Só há uma saída para isso, viver. Errar. Aprender. Amar. Viver.

WhatsApp Image 2017-09-03 at 13.30.14

Among all the things in life that are eternally difficult to live, LOVE still the hardest one. After all, why do we fall in love if we know we’re going to fall apart in the end? The question is; and if not? What if instead of focusing on the end, we focus on the right now? There are many who say that it is better to regret what we had done than to what we have not done and I fully agree with that.

What would be of our stories, without that famous … “Ah if I had not done it” … So if you had not done it, there would be no story to tell. Life would be shorter and with no taste or color. You wouldn’t know how to live. You wouldn’t learn that having sex just because the other wants to, ignoring that you still don’t feel prepared, is like leaving your sky with fewer stars or losing an important chapter of your favorite book. You would not know, that the crazy passion you had, was only to prepare you to recognize in the future, what is love and what is not.

Are you the one who suffered from your pimples, or teenager weight problems? That oppressed yourself saying that you were not like your girlfriends, that you are ugly. Thinking that no one would never date you? Welcome to the club – high five. If that had not happened, you wouldn’t have appreciated the true beauty you have and how amazing you are to overcome all that feeling. But despite all this, love remains a problem for all of us.

Are you still afraid of love and all that it brings together? There is only one way out: Living. Mistakes. Learn. Love. Live.