AQUELA INCERTEZA DA VIDA :)

7d33d777f46fac4116f5d2960cef4607

As pessoas sempre dizem que o que é certo vai aparecer, que a pessoa certa vai chegar no momento certo.

Como faz então para ir vivendo até o “momento certo” aparecer? E se ele aparecer e eu não notar? E se ele nunca chegar? E se quando chegar o certo, ainda continuar a faltar?

Parecem perguntas de uma pessoa insegura e desesperada. Podem até ser – e quem não é? -,mas às vezes, a gente se pega perguntando isso mentalmente, sentada na janela do trem olhando a rotina passar, por mais bem resolvidas que possamos ser.

Você pode até viver à vida que sempre buscou, mas aquela sensação miserável de que falta algo, insiste em perturbar. A gente acompanha tantas histórias de amor, tantos casais se formando, mas será que é isso mesmo? Será que na vida realmente é necessário ter alguém? O poeta disse ” é impossível ser feliz sozinho” e se ele estiver coberto de razão? Como faz?

Você realmente não faz ideia do que vai acontecer com sua vida até seus 40 e poucos anos? Teve um grande amor e depois dessa não conseguiu ter sucesso na vida amorosa, porque se cobra e cobra da pessoa? Compara? E suas expectativas são tão grandes às vezes, que eu você mesma se enforca e mata o seu relacionamento, como se fosse um sadomasoquismo amoroso, sentindo prazer de sentir dor, não física, mas emocional? Se pega constantemente vivendo um drama atrás do outro?

Como faz então! Eis a questão.

Continua…

QUERO O AMOR E TUDO O QUE ELE TRÁS

4e30848d317586932b7696c08fe9220d

Entre todas as coisas da vida, que são eternamente difíceis de viver, esse é o amor. Afinal, por que nos apaixonamos, se sabemos que vamos quebrar a cara no fim? A questão é; e se não quebrarmos? E se ao invés de focar no fim, nos concentrássemos no agora? Há muitos que dizem que é melhor se arrepender de ter feito, do que não ter feito e eu concordo plenamente nisso.

O que seriam das nossas histórias, sem aquele famoso… “ah se eu não tivesse feito isso”… Então, se você não tivesse feito, não teria história para contar. A vida seria mais curta e sem graça. Você não saberia viver. Não aprenderia que transar apenas porque o outro quer, ignorando que você ainda não se sente preparada, é como deixar seu céu com menos estrelas ou perder um capítulo importante do seu livro favorito. Você não saberia, que aquela paixão doida que você teve, foi apenas para te preparar a reconhecer no futuro, o que é amor e o que não é.

Você é aquela que sofreu com suas espinhas, ou gordurinhas na adolescência? Que se oprimiu e se achou feia, pensando que ninguém iria ficar com você? Bem vinda ao clube – bate high five. Se isso não tivesse acontecido, não saberia dar valor a beleza que tens hoje. Mas apesar disso tudo, o amor continua sendo um problema para todos nós.

Você ainda tem medo do amor e de tudo o que ele trás junto? Só há uma saída para isso, viver. Errar. Aprender. Amar. Viver.

WhatsApp Image 2017-09-03 at 13.30.14

Among all the things in life that are eternally difficult to live, LOVE still the hardest one. After all, why do we fall in love if we know we’re going to fall apart in the end? The question is; and if not? What if instead of focusing on the end, we focus on the right now? There are many who say that it is better to regret what we had done than to what we have not done and I fully agree with that.

What would be of our stories, without that famous … “Ah if I had not done it” … So if you had not done it, there would be no story to tell. Life would be shorter and with no taste or color. You wouldn’t know how to live. You wouldn’t learn that having sex just because the other wants to, ignoring that you still don’t feel prepared, is like leaving your sky with fewer stars or losing an important chapter of your favorite book. You would not know, that the crazy passion you had, was only to prepare you to recognize in the future, what is love and what is not.

Are you the one who suffered from your pimples, or teenager weight problems? That oppressed yourself saying that you were not like your girlfriends, that you are ugly. Thinking that no one would never date you? Welcome to the club – high five. If that had not happened, you wouldn’t have appreciated the true beauty you have and how amazing you are to overcome all that feeling. But despite all this, love remains a problem for all of us.

Are you still afraid of love and all that it brings together? There is only one way out: Living. Mistakes. Learn. Love. Live.

Papel e Caneta – O Autor e a Obra

ng4645540

Às vezes, a gente está andando em direção do mercado ou a caminho de qualquer lugar. E de repente a gente para e tudo muda. Às vezes a gente está almoçando em um dia normal, aquele almoço ao lado de alguém. De repente, a gente para e tudo muda. Às vezes a gente está viajando. E estamos olhando uma paisagem linda, daquelas que você viu em um dos museus que visitou. De repente a gente para. E tudo muda.

É como um lapso de tempo. Como uma ideia. Aquele personagem que vive dentro de você, começa a falar. É como acordar de um sonho no meio da noite. Sentar na cama e não acreditar no que acabou de sonhar.

Aquele ser, toma conta de você e tudo o que você quer, é por para fora. Você começa a traçar linhas incertas. Você respira e toma um gole de café. Você recomeça e seus dedos começam a dançar sobre a linha fina em cima do branco. Suas ideias começam a sair. Seus pensamentos. Os personagens, que vivem dentro de você. Tomam vida.

Você para. Você amassa. Você recomeça. Ele nasce de novo. Você rabisca. Você chora. Você sente as dores da intensidade. Você respira, toma um gole de café. O ser volta a se mexer. O tempo passa, e você já não consegue ficar muito tempo longe. Você precisa estar perto, precisa do tempo a sós com aquilo que tem movimentado a sua cabeça. Aquela história incompleta. Aquela característica que só você pode descrever de forma única. Porque parte daquele personagem, vem de você.

Depois de tanto amasso e arremessos na lixeira. Você a toca. Se perde linha por linha. Nada mais, precisa ser mudado. Então, é chegado aquele momento, uma queimação por dentro. Uma inquietude. Uma das suas virtudes. Essa sensação é a certeza, que sua história está pronta e precisa nascer.

Der_Autor

ABOUT ME


Hello hello! I’m Patricia Reis, a Brazilian girl who lives in Netherlands and the girl behind the Isn’t Books Magic and you are very welcome to my little world of books.

I must confess, my taste for books did not show up until three and a half years ago, when I started to read the novel Just One Year from Gayle Forman. It was the year of 2016. I had just returned from an amazing trip with friends to Disney when I found out I had lose my corporate job and one month later, my apartment and my boyfriend that time. Since then, I’ve been reading so much that I lost the count of how many books so far – fact that I love – My taste in books runs the gamut. I enjoy reading all age groups and currently, have a fondness for (I’m addicted to them!) Young Adult fiction and Fantasy. 

“My favorite books tend to be ones with diverse settings and rich in world-building, filled with dynamic prose and vivid characters to fall in love with.”

I love anything related to Fairy tales, Folktales, and Retellings. My other go to reads are books featuring elements of Fantasy, Science Fiction, Gothic, Dystopian, Magical Realism, Horror, and of course, Romance! Adult romance are also a big thing to me (high five to my biggest heroes Vi Keeland and Penelope Ward)

olhos-fechados

MY RATING SYSTEM IS ROUGHLY AS FOLLOWS:

5 Stars

Highly recommended. A book that I loved reading and found hard to put down. The writing style and/or characters set it apart. A book to put on my keeper shelves.

4 Stars

I loved the book and had a great time reading it. Easily recommended to others. An author/series I’m interested in following.

3 Stars

I liked the book and overall enjoyed reading it. Would probably recommend to readers who enjoy the same genre and/or author.

2 Stars

There were some positive aspects, but on the whole, the book just was not for me.

1 Stars

I didn’t care for the book and had a hard time finishing it. Usually, due to a writing or plot problem. I didn’t find the story appealing.

With regards to reviewing and rating books, it’s about how much I personally enjoyed the book based on its story and the writing style. I respect authors and readers, my reviews are my thoughtful and honest opinion.

I review for both Edelweiss and NetGalley as well as in case if I receive advance reader copies from publishers in exchange for a fair and honest review.  I also don’t rate books that I don’t finish, and I rarely DNF anything.

Thank you & enjoy the blog!

Assim como a Lua…

Mudar não tem sido fácil. Reinventar aquilo que era tão meu. As vezes fico me perguntando se a vida é realmente feita apenas de fases… aquela fase que você sai da escola, vai pra faculdade e encontra amigos que você acha que serão eternos; aquela fase que você sai da faculdade, começa a namorar, entra no primeiro emprego e começa mudar de namorado e de emprego em um período de 3 anos. A fase que você já esta mais madura, a vida já teve varias reviravoltas Hollywoodianas…e aí todos os amigos que você achava que seriam eternos ali do seu lado…se vão. Ou melhor, você se vai. Você decide se aventurar em terras estranhas e tudo se torna novo e aí, o tempo passa e você se vê, tendo que começar a vida toda, novamente. Entra outra fase. Aquela em que você se dá conta, de que sua vida é essa, é agora e que estar perto das pessoas que eram tão suas, não é mais possível. A fase agora é começar de novo. Tudo outra vez. Pois assim como a Lua, a vida se resume em fases.

luas

 

Ao amor…que nunca esqueci!

“O amor, se não for eterno, não era amor”

Nelson Rodrigues

Clique aqui  para ouvir Let it Go de James Bay – música que inspirou o texto!

Hey! Sabe aquele amor que tínhamos? Então…nunca esqueci.

Acabou por acabar. Acabou porque tinha que acabar. Mas só porque acabou, não significa que necessariamente tem que acabar tudo, verdade?

Aquele amor que prometemos um ao outro, não foram juras em vão, apenas lançamos ao vento, para que ele decidisse se retornaria ou não. Ele não retornou. Fomos em direções opostas.

tumblr-girl-fashion-wallpaper-22-33524-hd-images-wallpapers-thumb-800x500-111053

Como escreveu o poeta Ferreira Gullar outro dia… “o amor é algo feito um lampejo que surgiu no mundo – essa cor; essa mancha,  que a mim chegou  de detrás de dezenas de milhares de manhãs  e noites estreladas, como um puído aceno humano, mancha azul que carrego comigo como carrego meus cabelos ou uma lesão oculta onde ninguém sabe”.

Sei que um dia, você vai encontrar o amor da sua vida e eu realmente espero que você encontre. Conhecendo-me bem, eu não me envolveria com alguém sem caráter, e apesar das nossas brigas estúpidas, eu sempre guardarei o melhor de você e espero que os abraços, os beijos, os carinhos, os bilhetinhos, os memes, as fotos selfies de lado tiradas pelo alto, os cafés, os planos de ir a cafés diferentes e parecer um pouco diferente, as viagens, os cortes de cabelos, as idas as compras, os filmes, as sessões de filme antigo no cinema com direito a muito chororô, os podrões da vida, aquele engordar juntos, os planos de emagrecer juntos, a saudade de estar junto no meio da semana, aquilo tudo junto que antes era comigo, que você possa encontrar muito mais…depois.

Não desejaria menos que isso! Afinal, o que seria um amor para recordar, se não fosse feito de boas memórias.

427920-Kycb.jpg

Nosso amor não vingou, mas deu certo enquanto durou e isso  não significa que os sonhos foram destruídos, mas que estão sendo aprimorados.

Não prometo não ter outros amores, porém fiquei mais exigente ( o que pode dificultar um pouquinho rs) mas a gente nunca sabe no que a vida vai dar. Conforme você se aproxima dos 30, você vai chegando mais perto do amor da sua vida – foi o que ouvi uma vez no trem.

Se isso tiver alguma verdade, termino lhe desejando o melhor amor que a vida puder lhe trazer, enquanto isso vou aproveitar  beijando alguns bons sapos por ai! Afinal, se tudo acaba em pizza, de qualquer forma estou no lucro.

tumblr_l87ebi5Qdm1qzf5eso1_500.jpg

Gostaria de dizer que foi bom amar você, pelo tempo que permitimos… Finalizo com uma definição prática sobre o amor, do maravilhoso Arnaldo Jabor…

O verdadeiro amor acontece por empatia, por magnetismo, por conjunção
estelar. Ninguém ama outra pessoa porque ela é educada,veste-se bem e é fã
do Caetano. Isso são só referenciais. Ama-se pelo cheiro, pelo mistério,
pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca.

Arnaldo Jabor



SOBRE TER 25 ANOS…

Os que amam profundamente, jamais envelhecem;

podem morrer de velhice, mas morrem jovens.

Martinho Lutero

Para ouvir a Inspiração musical enquanto lê o texto clique aqui!

Acabei de descobrir essa manhã, um fio de cabelo branco, não tenho certeza, mas ouvi uma vez que se você arrancar nasce dois no lugar. Acabei deixando lá mesmo.

Mas sabe, descobrir esse fio me fez sentir tão corajosa RS… tão viva e tão sem tempo. A vida está andando depressa demais e hoje com 25 anos, descobri que até creme antirrugas já tem para nossa idade.

c636637073e0d27275c79ea68a39d454.jpg

Não tenho medo de envelhecer, tenho medo de não viver todas as aventuras, tenho medo de não ver as maravilhas escondidas na estrada dessa vida.

Meus vinte e poucos anos, tem sido tão cheio de desafios, amores, lutas e conquistas… Já namorei e terminei por 3 vezes ( ou mais, não tenho certeza rs) tive minha grande paixão e um amor que vou lembrar a vida inteira, já trabalhei muito, já trabalhei pouco, já ganhei dinheiro, já ganhei nada, já tive ICQ, Orkut, MSN, Facebook, Tinder e Instagram…Snapchat continua sendo difícil pra mim, confesso!

Já mudei de casa sete vezes. Já tentei ter um coelho, dois cachorros e uma gata, acabei ficando com a gata!  Percebi que o gato é gente como a gente, ele sabe seu direito de ir e vir.

Descobri que não existe dieta milagrosa, a celulite faz parte. Meu metabolismo já não responde com a mesma intensidade e que apenas um mês de spinning não levanta mais o bumbum como antes. O que me leva a ter saudades do falecido Orkut, lá eu conseguia ser 100% sexy.

Com 25 anos eu já sei que não só o meu metabolismo não responde rápido, mas minha paciência para flertes inúteis, salto alto e horas de sono perdida, já se esgotaram.

Hoje me preocupo com a hora que vou para a cama e quantas horas ainda tenho para dormir até acordar e começar novamente o dia. Com a aposentadoria, em terminar minha série na Netflix, aquele livro que não sai da cabeceira e para qual país vou viver outra aventura.

Descobri que existem amizades para vida inteira e que o maior amor que posso ter na vida, é o amor próprio. Que o maior amor, eu na verdade já encontrei se chama “Jesus”

Não fiquei milionária como eu havia planejado, nem sarada, não comprei meu carro, não li todos os livros que queria nem risquei 40% da minha bucket list, mas estou onde nunca imaginei estar, vivendo coisas que nunca imaginei viver. Uma coisa boa é saber que daqui a cinco anos, estarei com 30 anos de história para contar.

2di4wtt.jpg

O Começo! Abrindo a janela.

Clique aqui para ouvir a inspiração musical enquanto lê o texto!

Hoje completa um mês, da melhor decisão da minha vida até agora.  A Holanda realmente é um país incrível. Queria que estivesse aqui.

IMG_4561
Só mais um parque aqui na linda Holanda!

Não sei se te contei, mas depois que voltei daquele viagem de férias a Orlando caríssima e logo em seguida ser demitida do meu maravilhoso emprego no Hotel mais luxuoso do Rio de Janeiro, e dizer adeus ao meu chefe querido ( sem ironia, ele era querido mesmo rs) após 3 anos de pura fidelidade e dedicação, e ter que sair do apê na Praia de Botafogo ( sem emprego / No Money pro aluguel) pensei que 2016 fosse ser um ano de bosta.

Voltei para minha cidade, onde cresci…Minha querida Nova Iguaçu, larguei as bolsas num canto e fiquei uns sete dias trancafiada dentro de casa, trocando o dia pela noite, vendo a décima temporada de Greys Anatomy, comendo besteira e não sabia bem, se estava chorando pelas mortes do episodio ou se pela minha vida, que acabara ali.

meredith-e-cristina-5-1468945340.gallery
A cara da Cristina ilustra bem a minha situação naquele momento!!

Quando consegui passar pelos sete dias de breu na sala, finalmente sai para comprar aquela Coca gelada, até doeu meus olhos, pelo tempo que passei escondida sem nem atender a porta com todas as janelas do apê tapadas pela cortina (sem contar que tirei os quadros da parede para fechar qualquer brechinha de luz que passasse pela janela) vai ver era isso que eu precisava neh. Na verdade, naquele momento era. Mal sabia eu que algumas horas depois de tomar coca e comer tanta besteira, eu teria a pior crise de enxaqueca da minha história.

Se não bastasse, meu namoro que você bem sabe, estávamos dando um “tempo” ( tempo que eu pedi, porque eu via que ele se esforçava muito para dar atenção a mim, aos estudos e a família dele que aos meus olhos, não sai de cima nem se vaca tossir) após 1 ano e seis meses, acabou debandando de vez, juntando alguns mal entendidos e da gente sempre estar fazendo da tripa um coração para agradar um ao outro, finalmente acabou.

Digo finalmente, não querendo ser cretina, mas aquilo precisava ser estancado e eu precisava parar de ama-lo mais que a mim (O chato é que essas conclusões, só chegam após muita sofrência).

No ápice do sofrer em perder o emprego, o apê na zona sul e o namorado, depois que acabei com todas as temporadas de Grey’s Anatomy e o pote de Nutella, acabei achando uma série sensacional, aquela que te falei que era ótima e pela qual acabei me apaixonando (platonicamente) perdidamente pelo personagem principal… Então, Reign! É essa mesma…Ta lá na Netflix!

reign01-720x4061
Reign…Mary, Rainha da Escócia e o Francis, Delfim da França e herdeiro do trono, estão prometidos um ao outro desde os 5 anos de idade. Eles se apaixonam a primeira vista, mas para completar o triângulo amoroso, aparece o boy magyyyya do irmão bastardo do Francis, o lindão Sebastian e deixa a Mary como?…Na saia justa, justíssima! Menina sortuda!

Então, mal eu sabia que a partir dessa série, tudo ia mudar (inclusive minhas senhas em geral). Em resumo, por causa da minha fixação na historia de amor do casal Mary e Francis, decidi que seria a Europa. Queria era andar naquela atmosfera europeia, nova! Eu queria sair de perto das pessoas que haviam me machucado, queria um lugar onde não houvesse conhecidos, um lugar onde eu pudesse começar tudo de novo.

Algo precisava ser feito, eu precisava mudar, precisava me amar mais, investir mais em mim, me presentear com algo fantástico, me reerguer (passei algumas horas queimando o cérebro, pensando em como eu faria tudo isso acontecer) por onde eu ia começar…

Foi naquele momento, que um feixe de luz passou pelos quadros, invadiu a escuridão da sala e eu vi que era hora de começar abrindo as janelas.

sdasdasdsad

Dia da “Faxina”mental e física

Conectei no Spotify “The Lumineers”  (Ao som de Ho, Hey! 🙂 minha banda favorita recém-descoberta, tirei tudo do armário, separei o que queria e o que não queria… Peguei duas malas e pela fé, fui colocando dentro delas, as roupas que eu mais gostava (e que cabiam claro!). Não fazia ideia para onde eu iria ou como iria, mas eu já estava começando a sonhar com o dia em que eu faria um check-in no aeroporto em algum lugar da Europa.

Um certo dia, baixando novos livros, reli o inicio daquele livro que a gente ama “Apenas Um dia” ( o melhor livro pra mim até agora) da Gayle Forman, e comecei a me identificar com a bravura da Lulu, de sair de seu país em busca de respostas, para o que havia acontecido com ela em outro país, que no fim ela encontra na Holanda.

Fotor120314447
Livro: Apenas um dia e Apenas um ano, de Gayle Forman.

Nesse momento tive certeza que a Holanda era o destino ideal! Florido, natureza para tudo quanto é canto, gente desconhecida ( e lindas) queijos maravilhosos, aquelas bikes com cestinhas cheia de tulipas, cheio de crushes lindos… Essa era a vida que eu precisava.

FullSizeRender (1)

Com o dinheiro que recebi dos meus direitos trabalhistas e com a ajuda de amigos, procurei uma agência, dei entrada ao processo de visto, legalização e etc… vendi aquelas tralhas que eu tinha, me livrei da deprê do ex, do vazio de não ter mais meu antigo emprego, arrumei a mala e parti.

Hoje, cá eu aqui na Holanda, morando em Haia, onde vivem vossas majestades, Rei Guilherme e Rainha Máxima dos Países Baixos. Não digo que aqui é o país perfeito, mas afirmo que falta muito, mais muito pouco para ser.

14117821_10210222465067858_3224304844711799000_n

Hoje completa um mês que estou vivendo aqui, e aprendi que ter o melhor emprego do mundo, não vale a pena, se você não tiver tempo para si, para pisar na grama de pés descalços, para buscar seus filhos na escola e vê-los crescer, para apreciar a vista do mar ou correr na orla da praia e até investir em si mesma, frequentando um novo curso na faculdade.

Aprendi que amores vêm e vão, que o certo irá chegar algum dia ( por falar nisso, nunca vi tanto homem lindo por metro quadrado) esperando que o certo seja loiro, alto e de olhos claros!! Vamos torcer) 😀

Notei, que não adianta apenas vivermos sonhando, que o bom da vida é sonhar e depois realizar, ou pelo menos começar algo que te leve a realização daquele sonho!

Agora eu sei mais que nunca o sentido da frase… “Há males que vem para o bem”, perdi duas coisas super importantes para mim de uma vez só, mas talvez, se eu não tivesse perdido, eu não saberia o quanto eu ainda posso ser mais feliz na vida. Hoje me sinto no lugar certo, pronta para ser feliz e surpreendida ! Aquela sensação de tudo novo, pessoas novas, é maravilhoso demais. Sinto-me livre, sou jovem e to só começando. 😀

Saudades sempre irá existir, e enquanto houver saudade, haverá o sonho do abraço de reencontro.

FullSizeRender (2)

To cheia de historia pra contar desse tempo, desde que cheguei! Mas por hoje é só, vou ali tomar um café e volto já já!