ESPECIAL DE HALLOWEEN: IT, A COISA – Aquilo que talvez você não sabe sobre A COISA!

O livro IT do Stephen King não é só aquilo que você viu nas telinhas do cinema. Pois é! A estória do palhaço Pennywise que atormenta a mente dos sete protagonistas do filme é bem diferente no livro.

Pra começar e para quem não conhece. O livro vai contar a estória do Clube dos Otários, que é aquela galerinha:

  • Will, o menino chamado de Bill Gago
  • Mike o menino negro
  • Ben o menino gordinho “rato de biblioteca”
  • Bervely a menia que é pobrinha e abusada pelo pai
  • Richie o nerd
  • Eddie o Hipocondríaco
  • Stanley o menino Judeu

Todos eles sofrem bullying na escola por ser o que são e por serem o que são é que passamos a amar eles e a desejar fazer parte desse clube.

@Isnt_books_magic

Por que eles são, os excluidos do rolê. Os losers como dizem nos Estados Unidos. Os que são fora do padrão então se você se acha diferente dos demais, você vai amar a amizade desses garotos no livro.

Eles moram na minúscula cidade de Derry, no estado de Maine ( Onde inclusive foi inspirada na cidade em que o próprio Stephen King cresceu) nos Estados Unidos e o lugar já tem um histórico de acontecimentos estranhos mas ninguem entende nada ou sabe o que é que causa os acontecimentos estranhos. No livro existem diversas linhas temporais, uma parte na década de 50, quando eles estão crianças ainda, a “atual” onde começa o livro e eles já são adultos, que se passa na década de 80 e um período mais antigo, que é onde conta toda a história da cidade.

Essa cidade, Derry, é muito estranha. Tudo de ruim já aconteceu ali e ninguém nunca soube, nem o livro explica. A cidade tem um histórico sombrio e nada, absolutamente nada, explica o que já se passou por lá.

Quem vai descobrir é: O clube dos Otários.

Depois de um silêncio de 27 anos, vai começar a acontecer uns episódios estranhos com cada um deles. A partir dai, ainda crianças, eles irão descobrir ” A Coisa” que é essa tal entidade extremamente maléfica acordando a cada 27 anos que se alimenta do medo das pessoas se transfigurando naquilo que elas mais tem medo e quando se alimenta o suficiente ela “dorme”e volta depois em 27 anos. Visto tudo isso, iniciam os planos para impedir a Coisa.

Lembrando que só as crianças podem ver a entidade, e por isso, eles mantém segredo dos adultos, pois, quem acreditaria neles? Não é verdade?

No livro, a narração começa quando as crianças já são adultas. Cada um já tem sua vida, vivendo fora da cidade, apenas um dos meninos do Clube dos Otários – Mike -, mora na cidade. O Mike trabalha como bibliotecário e ele vai passar a existência dele procurando tudo, exatamente tudo sobre a cidade. Todos os horrores que havia acontecido por lá. Pennywise ressurge e vai acontecer uma situação em que ele vai ter de contatar os antigos amigos do Clube dos Otários para retornar a pequena Derry.

Isso porque, havia uma promessa no Clube em que se a “Coisa” retornasse, todos eles voltariam para cidade para tentar combater o negócio de novo. Só que, quem estava por dentro ainda de tudo, de toda história era o Mike. Com o passar dos anos, todos os outros integrantes do Clubinho, foram se esquecendo dos fatos de tantos anos antes e tudo o que eles tinham em mente, era apenas a aquela promessa.

Então é ai que vamos, nós leitores, descobrindo junto com eles, tudo o que aconteceu há tantos e tantos anos antes. O Stephen King consegue ser brilhante exatamente nesse momento, que é onde você, leitor, se sente parte do clube tanto quanto os personagens.

Mas é aquilo. IT, A Coisa, nãoooo é sobre palhaço!

Os pontos diferentes do filme…

O Pennyswise é uma entidade que toma forma daquilo que você tem mais medo, ou seja, no livro ele toma várias formas do seu medo mais atual, até porque, temos sete personagens principais. No filme, ele é representado como sendo o palhaço do início ao fim.

A descoberta da origen da Coisa: No filme primeiro filme não é falado, mas no livro eles descobrem já no final – óbvio – através de uma fumaça alucinógena e dentro da marola eles conseguem descobrir a origem de toda coisa…Claro que essa cena não foi as telinhas pelas razões mais claras possíveis.

O Henry por incrível que pareça, é ainda mais cruel no livro. Além da perseguição racista a Mike, dos cortes em Ned, ele envenena o cachorrinho do Mike, quebra o braço de Eddie e agride fisícamente Stanley. O relacionamento com o parceiro sociopata Patrick tem conotação sexual e o pai dele não é policial e sim um ex-militar racista e psicótico que bate na esposa. A morte de Henry – queda no poço – é outra surpresa. No livro ele vai preso ainda em 1958 pela série de mortes em Derry e foge em 1985 obcecado em assassinar todos os Otários, sob forte influência maligna de Pennywise. Eddie o mata em legítima defesa.

Na cena do esgoto – A cena da Bevy e os garotos do Clube que fica lá para as páginas 900 e tantos – no livro, todos eles estavam presos lá e de alguma forma eles precisavam se conectar, porque alguma coisa estava desunindo eles e eles chegam a conclusão de que precisam unir o elo novamente para poder sair dali. Mas ai é que vem a cena mais absurda que eu já ouvi falar de algum livro…A cena em Bervely toma iniciativa de ter uma orgia com os seis meninos do clube.

Muito foi falado a respeito dessa cena, eu ouvi e li outras resenhas sobre essa cena em específico e até agora continuo achando que existiam mil formas do Stephen resolver os problemas internos da Bevy. É algo que eu realmente detestei e achei desnecessário. Acredito que se está ali, é porque Stephen King achou que seria bem relevante but… Anyways! A cena não tem nos dois filmes já lançados, apenas no li-vro.

Temos também no livro, a imagem de uma tartaruga que é tipo uma entidade do bem, tão forte quanto o Pennywise e ela é a única capaz de deter o Penny. No filme, não há essa Tartaruga como entidade, eles acabam derrotando A Coisa no braço mesmo. Mas há algumas cenas onde essa Tartaruga aparece, como por exemplo: Na cena do Bill com o George no porão. Um dos brinquedos que ele pega no porão é uma tartaruga que ele deixa cair no chão e se quebra. E outra cena marcante também é quando o Bill está no quarto do George – depois que ele morre – e pega uma tartaruga de lego.

E por último, no livro, Pennywise fica em forma de aranha no final e não como de Palhaço durante todo o filme.

Mas o livro em si é maravilhoso, não é o mais assustador do Stephen King, mas é o que eu li ( e continuo lendo porque o negócio é gigante) dele pela primeira vez.

Se tiver mais curiosidades, pode mandar pra mim! Continuo lendo e sou dessas que não me aguento e acabo pegando spoilers mesmo.

Obrigada por ter lido 😉

P

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s